Embaixada de Portugal em Marrocos

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Comissão Europeia recomendou ao Conselho a saída de Portugal do procedimento de défice excessivo

comissaoue

A Comissão Europeia recomendou ao Conselho que termine o procedimento por défice excessivo de Portugal, confirmando assim os bons resultados alcançados pelo Pais. «Esta decisão é um momento de viragem, na medida em que expressa a avaliação da Comissão Europeia de que o défice orçamental excessivo de Portugal foi corrigido de forma sustentável e duradoura», lembrou o Ministro das Finanças, Mário Centeno, acrescentando que «a confiança na economia começa a ser refletida pelas instituições internacionais».

A decisão da Comissão Europeia surge na sequência da aceleração do crescimento a partir do terceiro trimestre de 2016, que está claramente acima da média da União Europeia. Outros indicadores positivos são uma forte redução do desemprego, agora abaixo dos 10%» e uma abordagem metódica para corrigir os problemas do setor financeiro.

Em 2016, Portugal alcançou um défice orçamental de 2% do PIB, o mais baixo desde 1975. Estima-se que, em 2017, o défice seja reduzido para 1,5%, e que o excedente primário se situe em 2,7%, o mais elevado da União Europeia. Prevê-se ainda que Portugal alcance o seu objetivo orçamental de médio prazo em 2021.

 

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail