Embaixada de Portugal em Marrocos

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Dados gerais

Informações gerais

Bandeira do país

Designação oficial
Reino de Marrocos
Capital e sede do Governo
Rabat
Chefe de Estado
Rei Mohammed VI
Chefe de Governo
Abdelilah Benkirane
Sistema político
Monarquia constitucional
Parlamento
Bicameral (Câmara de Representantes, Câmara de Conselheiros)
População
33,6 milhões de habitantes
Densidade demográfica
70 hab./km2
Religião predominante
Islão
Língua oficial
Árabe e Amazigh
Moeda
Dirham marroquino (MAD)
1 EUR = 10,9095 MAD
PIB a preços  correntes
US$ 101 320,00 mil milhões (Estimativa para 2016)
PIB per capita
US$7 8 440,00 (Estimativa para 2016)

 

Relações entre Portugal e Marrocos

A expansão berbere e árabe, do Norte de África para a Península Ibérica, ocorreu por via da ocupação militar e da deslocação de populações, a partir de 711, dando lugar, na Peninsula Ibérica, ao Al-Andaluz, que incluía o Gharb-Al-Andaluz, actualmente Portugal.

No final do século XIV, os árabes foram expulsos da Peninsula Ibérica e, em seguida, iniciaram-se as navegações portuguesas. Portugal lançou-se na sua aventura marítima começando, precisamente, pelo Norte de África, onde os portugueses se instalam por centenas de anos, deixando um legado patrimonial e cultural que ainda hoje é visível em Marrocos, em particular em El Jadida (Mazagão), Azemmour (Azamor), Assila (Arzila), Essaouira (Mogador) e Safi (Safim). 

Esta história comum leva a que portugueses e marroquinos partilhem um imenso legado que se revela nas artes, na língua e também em aspetos da vida quotidiana. Em Portugal encontramos a  herança árabe e berbere na música, nomeadamente em instrumentos como a guitarra, o alaúde e o adufe; na poesia e na arquitetura, em particular em técnicas de construção em "adobe" e em "taipa" e na arte do azulejo (zilij). 

Uma explicação popular para a origem do Fado remete para os cânticos dos mouros que permaneceram em Lisboa muito para além da reconquista cristã. Porém esta versão é desmentida pelos historiadores que consideram que a origem do fado é mais recente, estando ligada ao caldo cultural dos bairros populares lisboetas do século XIX. 

Na tradição oral portuguesa encontram-se frequentemente histórias sobre "mouras encantadas" ou sobre grutas, castelos, ruínas e lugares misteriosos, associados a lendas árabes. O mesmo sucede em Marrocos, onde persistem várias lendas relacionadas com a presença portuguesa, como a história de Aicha Kandicha.

Esta influência também é visível na língua portuguesa que contém milhares de vocábulos que, direta ou indiretamente, têm origem árabe. Do mesmo modo, a toponímia portuguesa não seria a mesma sem as centenas de nomes de aldeias, vilas e cidades portuguesas que testemunham a passagem dos nossos antepassados muçulmanos do Gharb-al-Andaluz.

As relações diplomáticas entre os dois países remontam a 1774, período em que foram enviada várias Embaixadas Especiais ao Sultão de Marrocos. A primeira Embaixada de Portugal em Marrocos foi aberta em 1960, elevando a categoria da Legação aí existente.

As relações político-diplomáticas conheceram um impulso após a assinatura do Tratado de Boa Vizinhança, de Amizade e de Cooperação, a 30 de Maio de 1994, que prevê a realização regular de Cimeiras de Chefes de Estado e de Governo.

Para mais informação recomenda-se a leitura de:

"Os Portugueses em Marrocos", de António Dias Farinha

Intervenção de Eva Maria von Kemnitz, "Conferência Internacional sobre Fortalezas Históricas no Mediterrâneo e no Atlântico", El Jadida - 11 de julho de 2016

 

Cooperação no domínio da educação e ciência

Portugal e Marrocos estão empenhados no reforço da cooperação bilateral no domínio da investigação e inovação entre os dois países, privilegiando a cooperação entre instituições do ensino superior ao nível da pós-graduação e investigação científica conjunta. O Mediterrâneo e a investigação científica com valor económico e que contribua para o desenvolvimento do tecido produtivo de ambos os países são temas de interesse recíproco.

Para mais informações consulte:

http://www.fct.pt/

http://www.cnrst.ma/index.php/fr/

 

Ficha de mercado

Informação básica sobre o mercado marroquino, que possibilita um primeiro contacto com a sua realidade económica e informação sobre as relações económicas e comerciais bilaterais.

Acesso à ficha de mercado

Guia prático de acesso ao mercado

Informações de caráter prático sobre Marrocos: formalidades, meios de pagamnto, alojamento, meios de transportes, etc.

Acesso ao guia

 

Mais informações